A Onisciência de Deus – [Atributos de Deus]

A Onisciência de Deus [Estudo Atributos de Deus]

A Onisciência de Deus é um atributo extraordinário. A palavra onisciência é a junção de duas palavras latinas.: “O(m)ni” (tudo) e “ciência” conhecimento. Logo, onisciência, significa “saber tudo”. Deus é assim, um ser que sabe absolutamente tudo. Não tem nada que lhe seja oculto. Nosso conhecimento (humano) é gradual e cumulativo e, por mais que cresça, é limitado.

E se alguém cuida saber alguma coisa, ainda não sabe como convém saber (1 CO 8.2).

Sem contar que estamos sujeitos aos acidentes do esquecimento, quando não se exercita a memória. O conhecimento de Deus é pleno e permanente e não está sujeito a fator de risco algum.

A onisciência divina é atemporal: Deus conhece o presente, o passado e o futuro. Para Ele, tudo ocorre como um fato real, do mesmo moda que a mente humana é capaz de perceber o presente. Mais ainda: Ele é capaz de ver as coisas do futuro como se já houvessem ocorrido.: “Que anuncio o fim desde o princípio e, desde a antiguidade, as coisas que ainda não sucederam. Que digo: o meu conselho será firme, e farei toda a minha vontade” (IS 46.10). “(…) Chama à existência as coisas que não são” (RM 4.17b). “Diz o Senhor, que faz estas coisas conhecidas desde os séculos” (AT 15.17,18). Enquanto, para a mente humana, os fatos são sucessivos, para Deus, não há essa dependência do que vem antes e do que vem depois, para saber, de fato, o que elas são.

Deus que ver tudo!

A Onisciência de Deus que Crio o UniversoDeus consegue ver, simultaneamente, dois finais diferentes para uma mesma causa: um bom e um mal, mesmo que algo que Ele veja e que conhece por antecipação não ocorra. Tudo depende do rumo  que se toma para que o final seja feliz ou não. Há coisas que Ele conhece e que nunca se tornarão reais. Daí porque Ele previne os Seus filhos acerca do amanhã. O resultado final dependerá da atitude tomada mediante o aviso. O Senhor previu que Saul iria perseguir os homens de Davi quando estes estivessem lutando para conquistar a cidade de Queila. Davi tomou conhecimento do que ocorreria mediante oração. O Senhor tanto disse que Saul e seus homens tomariam Queila, como também disse que Saul dominaria o seu exército. Pensando em poupar a vida de seus homens, Davi saiu meio sem rumo daquele lugar. Por saber por antecipação do que aconteceria, acabou não acontecendo.

A Onisciência de Deus: Ele previne alguns acontecimento!




Não é raro alguém contar que tem sonhos que sempre acontecem, sendo alguns deles fatais. Isso é um fato real e, portanto, não deve ser desprezado. Porém, à luz dos exemplos dados, pode se entender que Deus, eventualmente, pode prevenir alguns acontecimentos, a fim de que se orem para que não se realizem. No mundo espiritual, existem ocorrências programadas para atingir pessoas. O apóstolo Paulo as considera.: “Porque não ignoramos os seus ardis” (2 CO 2.1). Paulo refere as artimanhas de Satanás contra os salvos. O termo traduzido por “ardis” no grego é noemata, e significa “planos”, “projetos”, “maquinações”.

A onisciência de Deus, mostra elevado interesse pelo homem.

Salmos 139.1-12:

Senhor, tu me sondaste e me conheces. Tu conheces o meu assentar e o meu levantar; de longe entendes o meu pensamento. Cercas o meu andar e o meu deitar. E conheces todos os meus caminhos. Sem que haja uma palavra na minha língua, eis que, ó Senhor, tudo conheces. Tu me cercaste em volta e puseste sobre mim a tua mão. Tal ciência é para mim, maravilhosíssima; tão alta, que não a posso atingir. Para onde me irei do Espírito ou para onde fugirei da tua face? Se subir ao céu, Tu aí estás; se fizer no Seol a minha cama, eis que tu ali está também; se tomar as asas da alva, se habitar nas extremidades do mar, até ali a tua mão me guiará e atua destra me susterá. Se disser: decerto que as trevas me encobrirão; então, a noite será a luz à roda de mim (…).”

Mateus 10.30:

E até mesmo os cabelos da vossa cabeça estão todos contados.

Provérbios 15.3:

Os olhos do Senhor estão em todo lugar, contemplando os maus e os bons.

Devido ao fato de que Deus conhece tudo sobre todos os homens, ninguém escapará do juízo vindouro. Não haverá pecado oculto que não seja ali revelado. “Diante de ti puseste as nossas iniquidades; os nossos pecados ocultos, à luz do teu rosto” (Sl 90.8). Já os salvos passarão pelo Tribunal de Cristo para receber galardões segundo as suas obras, porém também dependerão da memória de Deus para que sejam justamente recompensados por suas obras. (2 Co 5.10; Rm 14.10; Ap 22.12; 1 Co 3.1-15). “Porque Deus não é injusto para se esquecer da vossa obra e do trabalho de amor que, para com o seu nome, mostrastes, enquanto servistes aos santos e ainda servis.” (Hb 6.10).

Veja também: Os Atributos de Deus!

 




A Onisciência de Deus – [Atributos de Deus]
Classificado como:    

2 opiniões sobre “A Onisciência de Deus – [Atributos de Deus]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *